You are here

Montar um time de Growth Hacking para sua Imobiliária

Antes de já sair colocando a mão na massa e testando várias coisas aleatórias, ter algumas coisas é importante.

Montar um time de Growth

Assim como em qualquer negócio, ter um bom time em sua imobiliária, alinhado com os objetivos de sua empresa, é fator determinante para o sucesso de uma estratégia de Growth Hacking.

Sobre esse assunto, você precisa ter claro dois pontos que irão influenciar diretamente na qualidade e velocidade de entrega dos experimentos.

Os valores do time de growth

Isso é uma das coisas mais importantes a serem levadas em consideração na hora de contratar pessoas e formar um time de Growth. A grande maioria desses times tem uma série de características em comum:

São data-driven: sabem dar importância e  sabem interpretar números e tirar conclusões deles. São orientados a métricas, sabem que é fundamental provar algo com dados estatísticos e tomam decisões baseadas em dados concretos.

Gostam de experimentar: dentre as frases mais ouvidas dentro do time de Growth, estão “vamos testar isso”, “coloca no backlog” e “modelou o experimento?”. Essa cultura de sempre testar as ideias e documentá-las precisa fazer parte do dia a dia do time.

Usam métodos “fora da Caixa”: todos no time são curiosos e possuem a liberdade de propor qualquer ideia, por mais maluca que seja. Nas reuniões, o “e se…” é permitido e deve ser levado em consideração, pois são dessas ideias que surgem grandes experimentos e testes.

Conhecem o efeito composto de pequenas melhorias: todos no time sabem que não existe uma “bala de prata” dos experimentos. Ninguém fica triste porque o experimento não aumentou 300%, mas sabe que os 5% de melhoria, somados a outros muitos 5% trarão um resultado grande no futuro. Eu costumo falar que apenas 10% de aumento no lugar certo pode representar 78% de aumento de faturamento.

São agressivos: a meta é 100? Eles vão querer entregar 130. O experimento vai levar um mês para poder ser medido? Vão dar um jeito de fazer em 2 semanas. Já eu, em minhas consultorias costumo medir em 5 dias rsrs

características técnicas do time

Todos no time de Growth, além das características mais “gerais” descritas acima, precisam de uma série de habilidades técnicas para conseguir entregar bons experimentos e ter autonomia para resolver prolemas.

De qualquer forma, mesmo que o time tenha esta vertente de Growth no Marketing, é importante que todos tenham algumas habilidades que irão ajudar nas entregas, tais como noções de programação, HTML e CSS.

Afinal, para a equipe funcionar bem e ter velocidade, ele precisa conseguir resolver problemas e não depender muito das pessoas.

Independentemente se faz  importante que no time haja um mix de pensamento criativo e analítico, pois ambos irão se completar e daí surgirão ideias de experimentos e melhorias a serem realizadas.

Algumas ferramentas para auxiliar esse processo

 

Daniel o Impulsionador
Conhecido no mercado imobiliário como "O impulsionador", Daniel é um dos diretores da Sobressai e profissional de Marketing graduado pela Ulbra Canoas. Suas campanhas no Facebook e Google Adwords já geraram milhões em vendas. Ele foge da receita de bolo ensinada pelos principais players do mercado, seu método prevê segmentação avançada e abordagem cognitiva e isto trouxe um diferencial em suas campanhas. Segmentação, automação, MQL, SQL e processos de vendas aliando Marketing com vendas são sua especialidade.
https://www.instagram.com/daniel.impulsionador/

Deixe uma resposta

Top